#siga AQUI

    ABRIL LARANJA | Campanha alerta sobre maus-tratos contra animais

    Neste mês, está em evidência a campanha mundial Abril Laranja, dedicada ao combate a maus-tratos contra os animais. Em Cachoeiro, alinhada ao movimento, a Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) destaca a importância da posse responsável de animais domésticos e salienta: abandoná-los é crime.

    “Muitas pessoas acham que violência contra os bichinhos se resume a danos físicos, mas não. Abandonar, deixar de cuidar ou impor condições cruéis de sobrevivência também configuram maus-tratos”, alerta o gerente da UVZ Fábio Gava.

    Para essas infrações, a lei 9.605-98 – que protege animais silvestres, domésticos e domesticados – determina pena de dois a cinco anos de prisão, além do pagamento de multa e inclusão do nome no registro de antecedente criminal. A legislação abrange punição, também, para outros tipos de violência, como: espancamento, mutilação ou envenenamento; manter o animal em locais não arejados (sem ventilação ou entrada de luz); utilizar animais em espetáculos que possam submetê-los a pânico ou estresse, dentre outros.

    Continua depois da publicidade

    Fábio Gava ressalta que aqueles que desejam ter um animal de estimação precisam ter consciência de uma adoção responsável, levando em conta tudo o que será necessário para garantir ao pet um tratamento digno.

    “Com a pandemia de Covid-19, as pessoas precisam ficar em casa e isso pode desencadear o desejo pela companhia de um bichinho. No entanto, é preciso ficar claro que um animal não é um objeto, que pode ser descartado – é preciso comprometimento”, frisa.

    Qualquer cidadão pode denunciar maus-tratos contra animais. Basta entrar em contato pelo Disque Denúncia (181), 190 ou, ainda, pelo 156, da Ouvidoria Geral do Município.

    Ampliação da rede de amparo

    Para ampliar a rede de amparo aos animais em Cachoeiro, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) está estruturando a Gerência de Proteção e Bem-Estar Animal.

    “O cuidado com os animais é um dever de todos. Estamos trabalhando para formular ações ainda mais engajadas para proteção deles”, salienta a secretária de Meio Ambiente de Cachoeiro, Luana Fonseca.

    Pets para adoção

    A UVZ de Cachoeiro tem 17 cachorros para adoção. São 13 fêmeas (três filhotes) e quatro machos (um filhote). O interessado em adotar deve procurar a unidade (antigo CCZ), que fica no bairro Aeroporto (rodovia Cachoeiro-Muqui) e atende ao público de segunda a sexta, das 7h às 16h. Para efetuar a adoção, que é gratuita, a pessoa precisa ser maior de idade e apresentar um comprovante de residência, carteira de identidade e CPF, documentos necessários para o registro do termo de responsabilidade pelo bichinho.

    A maioria dos animais foi resgatada de situação de maus-tratos e recuperada de zoonoses. Eles já passaram por avaliação veterinária e estão à espera de um novo lar.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Avaliação
    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui