O show da vida enganada

    Os realitys shows têm sido o carro chefe de emissoras de televisão. Programas como Big Brother Brasil, Casa dos Artistas, A Fazenda e até programas de luta e de resistência, como o The Ultimate Fighter Brasil e No Limite se tornam febre em todo o país, quando se iniciam. Um grande exemplo recente foi a edição 21 do Big Brother Brasil, considerado um dos realitys com maior repercussão e audiência.

    Continua depois da publicidade

    A busca por identificação com cada “personagem”, além dos fatores comportamentais, há os químicos. Ao assistir algo que traz prazer, o cérebro libera dopamina, um neurotransmissor ligado ao modo como expressamos nossas emoções. O cérebro “vicia” na sensação de prazer e sempre tende a pedir mais daquilo — inclusive quando se trata de filmes e séries.

    Mas e você, conseguiria passar alguns meses sendo observado por todo país e até mesmo fora dele? E se você estivesse vivendo um reality show sem saber disto?

    O filme “O Show de Truman: O Show da Vida” (The Truman Show), dirigido por Peter Weir, conta a história do vendedor de seguros Truman Burbank (Jim Carrey), que vive em Seaheaven, um paraíso terrestre onde todos parecem conviver em perfeita harmonia. Mas, seu casamento com Meryl (Laura Linney) não anda muito bem e, pra piorar, ele sente-se constantemente vigiado. Decidido a investigar se realmente o estão espionando, Truman começa a perceber uma série de situações estranhas, que aguçam ainda mais suas dúvidas e levam-no à descoberta: sua vida é um show de tv.

    Abandonado pelos pais ainda bebê, Truman é adotado por uma rede de televisão que o cria num mundo irreal: a cidade onde vive é um imenso cenário, sua esposa, amigos, vizinhos, todos são atores contratados. Sua vida é uma farsa, acompanhada por milhares de telespectadores. A partir de então sua luta é para libertar-se e poder viver verdadeiramente.

    Jim Carrey há muito já provou ser um grande ator, tanto em comédias, como ele surgiu para Hollywood, quanto para os dramas que atuou em sua carreira. O roteiro é incrível, podendo ser encontrado durante o filme, resquícios de reflexões sobre mídia, comportamento e sensacionalismo. O filme é crítico e nos faz refletir sobre muitas coisas. Como uma das frases do personagem de Ed Haris: ”Nós aceitamos a realidade do mundo no qual fomos inseridos” Para cinéfilos “O Show de Truman” é um prato cheio!

     

    + DICAS

    A INQUILINA
    Quando uma jovem e bem sucedida médica se muda para um apartamento no Brooklyn, em Nova York, ela acredita ter encontrado o local ideal para morar. Porém misteriosas ocorrências fazem com que ela acredite não estar sozinha por lá. A Dra. Juliet Dermer (Hilary Swank) descobre que seu proprietário tem uma assustadora obsessão por ela.

     

    O MISTÉRIO DE CANDYMAN
    Uma estudante, Helen Lyle (Virginia Madsen), decide provar que Candyman, um terrível espírito escravo, não existe. Ela, então, segue para o local de um crime brutal e o invoca – após pronunciar o nome dele cinco vezes diante de um espelho. Para sua surpresa, ele surge iniciando uma série de horríveis assassinatos.

     

    VALE PROIBIDO
    Uma jovem se envolve com um homem mais velho que, aos poucos, vai demonstrando sua verdadeira personalidade. Ela é uma adolescente determinada, que adora se divertir à custa dos outros. Com isso acaba se deparando com um homem misterioso chamado Harlan. Aos poucos, ele vai seduzindo a jovem e os dois começam um relacionamento.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Avaliação
    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui