Suspense à moda antiga, feito para confundir

    Martin Scorsese é mesmo surpreendente. Mesmo não sendo muito adepto ao gênero “suspense”, quando o faz é de forma primorosa. Realmente de tirar o ar. Assim como em “Cabo do Medo”, quando inseriu um grande elenco (DeNiro, Juliette Lewis e Nick Nolte). Dessa vez contou novamente com um grande elenco (DiCaprio, Mark Ruffalo e Sir Bem Kingsley entre eles). Falo um pouco hoje sobre “Ilha do Medo” (Shutter Island).

    Continua depois da publicidade

    O filme se passa em 1954. Teddy Daniels (Leonardo DiCaprio) investiga o desaparecimento de um paciente no Shutter Island Ashecliffe Hospital, em Boston. No local, ele descobre que os médicos realizam experiências radicais com os pacientes, envolvendo métodos ilegais e anti-éticos. Teddy tenta buscar mais informações, mas enfrenta a resistência dos médicos em lhe fornecer os arquivos que possam permitir que o caso seja aberto. Quando um furacão deixa a ilha sem comunicação, diversos prisioneiros conseguem escapar e tornam a situação ainda mais perigosa.

    O filme é baseado no livro “Paciente 67” do consagrado autor Dennis Lehane. E traz com ele grandes referências ao clássico “Táxi Driver” do próprio Scorsese. Muita neblina e fumaça, dão um toque noir ao filme. Se o autor do livro, que serve de base ao filme, já dizia que a sua ideia era homenagear gêneros dos filmes B aos terrores góticos, na adaptação Martin Scorsese também abraça as múltiplas referências.

    No fim, olhando para os trabalhos do diretor na última década, recebidos de forma amistosa pela crítica e pela mídia, não é difícil dizer que Ilha do Medo é um dos mais ousado, para o bem e para o mal.

     

    + DICAS

    UM CORPO QUE CAI

    O detetive aposentado John ‘Scottie’ Ferguson sofre de um terrível medo de alturas. Certo dia, encontra com um antigo conhecido, dos tempos de faculdade, que pede que ele siga sua esposa, Madeleine Elster. John aceita a tarefa, seguindo-a por toda a cidade. Ela demonstra uma estranha atração por lugares altos, levando o detetive a enfrentar seus piores medos.

     

    PRECIOSA

    1987, Nova York, bairro do Harlem. Claireece “Preciosa” Jones é uma adolescente de 16 anos que sofre uma série de privações durante sua juventude. Violentada pelo pai e abusada pela mãe, ela cresce irritada e sem qualquer tipo de amor. Mas Preciosa encontra um meio de fugir de sua existência traumática, se refugiando em sua imaginação.

     

    WAKING LIFE

    Após não conseguir acordar de um sonho, um jovem passa a encontrar pessoas da vida real em seu mundo imaginário, com quem têm longas conversas sobre os vários estados da consciência humana e discussões filosóficas e religiosas. Com direção de Richard Linklater e Julie Delpy e Ethan Hawke complementando o elenco.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Avaliação
    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui